O príncipe saudita Mohammad bin Salman, durante uma conferência em Riad, anunciou a intenção de converter a nação em um Estado “aberto para todas as religiões e todo o mundo“.

A Arábia Saudita, a qual ocupa o 14º lugar na Lista Mundial da Perseguição aos cristãos,  é o único país do mundo onde é oficialmente proibido ter igrejas, e aqueles que se convertem ao cristianismo são decapitados em praças públicas.

Oramos a Deus para que essa promessa seja cumprida e que a Igreja de Cristo tenha a oportunidade de levar o Evangelho para essa nação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *